Mauc lança primeiro caderno de desenhos para colorir

8 de Maio de 2020

“Essa noite eu tive um sonho
de sonhador
Maluco que sou, eu sonhei
Com o dia em que a Terra parou
com o dia em que a Terra parou
Foi assim
No dia em que todas as pessoas
Do planeta inteiro
Resolveram que ninguém ia sair de casa
Como que se fosse combinado em todo
o planeta
Naquele dia, ninguém saiu de casa, ninguém ninguém”
O Dia em que a Terra Parou – Raul Seixas

De repente, recebemos a notícia de que precisaríamos fechar as portas do Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará – Mauc, por um tempo determinado e indeterminado, devido à uma pandemia que se aproximava de nós naquele meados de março de 2020. Por meio de um trabalho diário, sério e cuidadoso, estamos sempre buscando formas, estratégias, caminhos de aproximação com as crianças, com as famílias, com os jovens, com as escolas e com toda a sociedade e durante a pandemia não seria diferente.

A pandemia chegou e o que fazer neste momento? Qual o lugar da arte no isolamento e no distanciamento social? Qual o lugar de um museu universitário de arte durante uma pandemia? Como ficar próximo do nosso visitante sem o contato físico? O que fazer com as crianças durante um período indeterminado?

O Mauc está de portas fechadas no momento, mas entra em todas as casas por meio dos laços sociais que foram estabelecidos ao longo dos seus quase 60 anos de atividades. Num momento delicado como este que estamos vivendo, Francisco Bandeira, presenteia o Mauc, os pais e responsáveis, os filhos, os professores, os alunos, os idosos com um caderno de Ilustrações para colorir.

Neste Caderno de Ilustrações para Colorir do Mauc não vamos colorir apenas o papel e os desenhos, vamos aproveitar o momento para colorir nossos sonhos. É um caderno em que as cores surgirão do compartilhamento das experiências, das vivências e rememorações da infância e das brincadeiras, do espantamento dos medos e da aproximação dos sonhos… enfim, um caderno para que as gerações se encontrem na sala, na varanda, no quarto, no
escritório, no quintal, na garagem, para que se encontrem! Todos irão lembrar deste caderno como um lugar de memórias de um tempo que serviu para nos afastar do mundo “lá fora” e nos aproximar dos nossos valores e dos nossos entes queridos.

Por fim, afirmamos, que a Casa Mauc é uma casa de sonhos e de cuidado com o outro, de cuidado com os pequenos e de cuidado com os grandes, de cuidado com os moradores e de cuidado com os visitantes! É com certeza uma casa que cuida e que é bem cuidada! Fiquem bem, se possível, fiquem em casa e em breve, estaremos todos juntos brindando a vida e fruindo a arte!

Graciele Siqueira e Helem Ribeiro
Idealizadora e Coordenadora do Projeto

 

O Museu de Arte da UFC lança o seu primeiro caderno de desenhos para colorir! Com ilustrações assinadas por Francisco Bandeira, artista plástico e servidor do Museu, o caderno é composto por desenhos de linhas leves, inspirados na inocência da infância e mostra temas comuns da nossa região como cactus e pássaros.

Especialmente neste momento que estamos vivendo, esperamos que esta publicação chegue nas casas de todos como um alento, mais uma possibilidade de fortalecer vínculos entre pais e responsáveis que estão com as crianças em casa procurando diariamente atividades que sejam interessantes para elas.  Se você é adulto, não se acanhe e dê cor aos desenhos também! Se quiser compartilhar conosco é só postar uma foto usando a #maucparacolorir nas redes sociais.

“Mauc para colorir” está disponível para download gratuito!

A edição deste caderno faz parte do Projeto “Mauc: uma nova recepção estética” fomentado pela Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Ceará.

Boa diversão!