Português

2020.10 – Órgão suplementar da UFPI atua desde 2012 na preservação e disseminação dos estudos da Arqueologia e ciências afins

Fotografia do museu de Arqueologia e Paleontologia da UFPI, uma grande sala com paredes brancas, diversas mesas negras dispostas por toda a sala, em cima de cada mesa rochas e fósseis e ao lado de cada rocha e fóssil um identificador.

Museu de Arqueologia e Paleontologia da UFPI (Foto: UFPI).

A Arqueologia e a Paleontologia vêm há décadas unindo forças para desvendar os mistérios sobre o surgimento da vida humana na Terra. Graças à atuação dessas duas ciências, dados surpreendentes sobre a existência humana no nosso Planeta já foram registrados.

A Universidade Federal do Piauí dispõe de um órgão suplementar que vem contribuindo significativamente para a preservação e disseminação de parte desses estudos. Vamos conhecer sua história?

Criado em 2012, o Museu de Arqueologia e Paleontologia da UFPI surgiu com o propósito de expandir os estudos da Arqueologia, Paleontologia e ciências afins que a UFPI vem realizando há mais de 30 anos.

Dispondo de um vasto acervo científico, promove ações que aproximam cada vez mais a comunidade piauiense da origem de sua história.

No circuito expositivo, rochas, minerais e fósseis das principais eras geológicas, entre outros itens, organizados em ordem cronológica, atuam como vestígios desta história. No espaço lúdico, o teatro de bonecos e a pintura aproximam o público infantil deste incrível universo.

Se você é do tipo que tem fascinação por essa área do conhecimento, não deixe de conhecer de perto o belíssimo trabalho que o Museu de Arqueologia e Paleontologia da Universidade Federal do Piauí vem realizando desde sua criação!

Maiores informações:

Museuufpi

 

Por Carlizeth Campos,
Assistente em Administração do Mauc.
21.10.2020