Português

2020.3 – Mauc lança terceiro caderno de desenhos para colorir

Banner de divulgação do terceiro caderno de desenhos para colorir. (Foto: MAUC)

Olhamos para frente e observamos que estamos a um mês do Natal e de um novo ano. O ano de 2020, foi um ano diferente! Nossos sentimentos e emoções foram colocados em teste; a saúde pública entrou em colapso no mundo; as instituições públicas e privadas fecharam suas portas; e o preconceito estrutural e velado foi explicitado na mídia e nos ambientes sociais. 

Vimos em junho, o mundo parar diante de imagens de um homem negro que foi morto enquanto pedia por ajuda e era filmado por transeuntes nos Estados Unidos. Vimos também um menino, aqui no Brasil, morto de forma inexplicável dentro da sua casa. Vimos ainda, de forma mais evidente nesta pandemia, o quanto a desigualdade social cresce e marca a vida dos nossos jovens negros e periféricos.  

Sabemos que estes não os primeiros ou últimos casos, outros aconteceram e outros acontecerão ainda, infelizmente! Diante disso, um museu público, de arte, pertencente a uma universidade brasileira, busca formas de dar vez e voz a estes grupos tão marginalizados e ´esquecidos´ e de fazê-los presentes em nossa programação. No dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, o Brasil discute e enfatiza o papel do negro em nossa sociedade e o Mauc lança o seu caderno de colorir dedicado a este povo sofrido, guerreiro e que constituem a base do nosso país. 

Nesta edição, Francisco Bandeira, artista afrodescendente, relê e dá formas e traços a símbolos desta cultura milenar e ancestral e nos faz refletir para reforçar diariamente: Vidas Negras Importam! Mais uma vez, nosso colega de trabalho e artista visual, presenteia o Mauc, os pais e responsáveis, os filhos, os professores, os alunos, os idosos com um caderno de Ilustrações para colorir ou para bordar (quem sabe!!!). Neste Caderno de Ilustrações para Colorir do Mauc, com 33 desenhos e vamos encontrar e colorir anjos e figuras humanas inspiradas pelo tema. À convite de Francisco Bandeira, esta edição também conta com um texto do artista plástico Nauer Spíndola.

Baixem e coloquem cores por meio dos lápis, dos gizes, dos guaches, das linhas nestes desenhos! Aproveitem este momento e conversem com seus filhos, familiares e amigos sobre, racismo, preconceito e cultura africana. 

 

Graciele Siqueira  e Helem Ribeiro

Idealizadora e  Coordenadora do Projeto

 

Clique aqui parar baixar: Mauc para colorir – Caderno de ilustrações – Edição semana da consciência negra