Português

2020.07 – Museu inaugurado em 2010 vem realizando um belo trabalho de preservação da cultura indígena de uma comunidade localizada no município de Aquiraz

Em uma área com 1.734 hectares situada a 32 quilômetros de Fortaleza, vive um povo que luta incansavelmente em defesa da Mãe Terra. Você sabe que povo é esse? O povo indígena Jenipapo-Kanindé!

Situada no município cearense de Aquiraz, esta importante tribo indígena conquistou seu espaço e eternizou sua cultura na comunidade local. Vivendo da caça e da pesca, a tribo indígena tem o Morro do Urubu e a Lagoa da Encantada como dois dos lugares mais sagrados da aldeia. Sob o comando da cacique Pequena e de suas filhas, desenvolve um belíssimo trabalho artesanal e oferece educação indígena e cinematográfica aos moradores da aldeia.

O Marco Vivo, celebrado no mês de abril, rememora a luta pela demarcação das terras que hoje pertencem à tribo, fruto de longos anos de luta.

O Museu Indígena Jenipapo-Kanindé é um lugar ideal para quem deseja saber mais sobre os hábitos e costumes desta comunidade indígena. Inaugurado no dia 3 de setembro de 2010, possui um rico acervo etnográfico e etnológico, composto por adornos plumários, armas, indumentárias, artefatos utilizados nos rituais, cerâmicas, instrumentos musicais, tecelagem, peças de artesanato, trançados, utensílios e uma ampla exposição fotográfica que retratam o cotidiano da aldeia, com seus aspectos históricos e culturais.

Além deste valioso acervo, o Museu Indígena Jenipapo-Kanindé dispõe de cinco roteiros para visitação dentro da aldeia que permite ao visitante conhecer de perto o modo de vida dos índios Jenipapo-Kanindé e o ambiente natural onde eles vivem.

Se você é do tipo que gosta de conhecer a cultura dos povos indígenas do nosso País, que tal fazer uma visita ao Museu Indígena Jenipapo-Kanindé para saber mais sobre a rica cultura dessa comunidade?

Maiores informações no perfil do Museu Indígena Jenipapo-Kanindé no Facebook: https://m.facebook.com/451868561507747/.

Por Carlizeth Campos, Assistente em Administração do Mauc.

08.07.2020