Área do cabeçalho
Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Museu de Arte da UFC – M A U C

Área do conteúdo

7ª Edição do Férias no Mauc – Programação

Data de publicação: 8 de julho de 2022. Categoria: Cursos e oficinas, Notícias

O Museu de Arte da UFC (Mauc)convida a todos os seus públicos para a 7ª edição do projeto Férias no Mauc: arte e museu para todos os públicos que ocorrerá entre os meses de julho e agosto de 2022. Nesta edição celebra os centenários de nascimento de dois grandes artistas cearenses: Antonio Bandeira e Aldemir Martins.

O Férias no Mauc vem se firmando na programação anual do Mauc como um projeto construído colaborativamente, a partir das contribuições de artistas, pesquisadores(as), professoras(es), educadores(as), museólogas(os), coletivos, instituições e outras pessoas interessadas em participar da construção de um museu cada vez mais plural, inclusivo e democrático. As ações serão presenciais e online, contemplando ainda propostas híbridas.

Veja abaixo todas as atividades e faça sua inscrição ou compartilhe com alguém que possa se interessar!

Vamos?!

Férias no Mauc – 7ª Edição
Programação

Oficinas

Corte e dobre – Kirigami
Ministrante: Franklin Almeida
Modalidade/Plataforma: Oficina/Presencial
Data: 15/07/2022
Horário: 10 às 12 horas
Número de vagas: 25
Carga horária: 2 horas
Público-alvo: Crianças a partir de 7 anos; jovens e adultos.

Ementa: Corte surpresa de uma folha plana que sairá um 3D com um movimento do papel, com informações sobre a técnica e dicas de outros autores para pesquisa. A oficina trabalha a coordenação fina, lateralidade, visão 3D, concentração, criatividade e visão espacial.

Sobre a(o) ministrante: Artista visual cearense. Desde 2005, vem aprendendo a arte do kirigami e ministrando oficinas.

Materiais (de responsabilidade do participante): folha 60 ou 80 kg, tesouras, cola, revistas, canetinhas ou lápis em cores, régua.

Inscrições: https://forms.office.com/r/iYDh48nvUm

 

Oficina de Giz Pastel Oleoso inspirada em Aldemir Martins
Ministrante: Natasha Sonali e Melzier
Modalidade: Oficina/Presencial
Data: 18/07/2022
Horário: 14 às 17 horas
Número de vagas: 15
Carga horária: 3 horas
Faixa etária: Livre

Ementa: Essa oficina pretende celebrar o centenário de Aldemir Martins homenageando-o através de uma releitura de suas obras utilizando o giz pastel oleoso. A oficina iniciará com uma apresentação do artista e suas obras, introdução à técnica do giz pastel oleoso e em seguida partiremos para a etapa criativa em que o participante irá criar suas pinturas inspiradas no que foi absorvido na mediação.

Sobre a(o) ministrante:

Natasha Sonali – Graduanda em Design-Moda pela UFC. Educadora do Núcleo Educativo do Museu de Arte da UFC e colaboradora voluntária do Laboratório de Práticas Experimentais em Arte e Educação Museal (LAPEArte/Mauc). Melzier – Estudante de Design do 5º período na UFC, pintora de tinta óleo e integrante do Núcleo Educativo do Mauc, atuando como bolsista no Laboratório de Práticas Experimentais em Arte e Educação Museal (LAPEArte/PPCA/SECULT UFC) e colaboradora no Programa de Extensão Desenhando no Museu (ICA/Mauc/PREX), ofertando oficinas para o público.

Materiais (de responsabilidade do participante): Giz pastel oleoso e folha de gramatura superior a 180g

Inscrições: https://forms.office.com/r/njeWDLZit0

 

Brochura sem costura: encadernação Double Fan
Ministrante: Jane Lane Mesquita e Lucas Rodrigues
Modalidade: Oficina/Presencial
Data: 19/07/2022
Horário: 14 às 16 horas
Número de vagas: 30
Carga horária: 2 horas
Faixa etária: A partir de 15 anos

Ementa: A oficina propõe apresentar os materiais e as técnicas necessárias de encadernação utilizando o Double Fan, método mais rápido e prático para encadernação de folhas soltas no qual se utiliza a colagem ao invés da costura. Os participantes irão praticar confeccionando seus cadernos personalizados.

Sobre a(o) ministrante:

Jane Lane Mesquita – Aluna do 3° semestre do curso de Biblioteconomia pela Universidade Federal do Ceará, atuando como bolsista de iniciação acadêmica vinculada ao projeto “Organizar para disseminar: ações estratégicas para a divulgação do acervo da biblioteca do Museu de Arte da UFC”.

Lucas Rodrigues – Graduando no curso de Biblioteconomia pela Universidade Federal do Ceará e bolsista de iniciação acadêmica vinculado ao projeto “Organizar para disseminar: ações estratégicas para a divulgação do acervo da biblioteca do Museu de Arte da UFC”.

Materiais (de responsabilidade do participante): Folha de papel A4 ou papel pautado; prendedor de papel (4) equivalente a quantidade de páginas que a pessoa irá querer no caderno; Cola branca; Pincel chanfrado (para passar cola nas folhas); Papel paraná; Capa: tecido, papel, papel contact. (A vontade); Estilete; Tesoura; Dobradeira; Papel para contra guarda (marmorizado/ couchê/ ou de gramatura maior); Papel 180g para miolo da lombada.

Inscrições: https://forms.office.com/r/geHp9DTiwZ

 

Oficina de Encadernação + Origami
Ministrante: Talita Késsia e Thiago Nogueira
Modalidade: Oficina/Presencial
Data: 20 e 21/07/2022
Horário: 8 às 12 horas
Número de vagas: 10
Carga horária: 8 horas
Faixa etária: Adolescentes a partir de 16 anos, pessoas adultas e idosas.

Ementa: Ensinar a técnica de encadernação de costura exposta copta, aliada à construção de origamis que serão utilizados como adornos nas capas dos livros costurados.

Sobre a(o) ministrante:

Talita Késsia – Bacharel em Publicidade e Propaganda pela UFC, graduanda em Design Gráfico pela UFC, compõe a equipe do Núcleo de Comunicação do Museu de Arte da UFC por meio do projeto de extensão Museu de Arte: uma nova recepção estética. Também atua como artesã na Talo Ateliê desde 2016, criando peças e ministrando oficinas de Bordado e de Encadernação.

Thiago Nogueira – Contramestre em artes gráficas do Museu de Arte da UFC. Responsável pela diagramação, criação de peças gráficas e das publicações editoriais do Mauc.

Materiais (de responsabilidade do participante): papel (sulfite ou outro, para o miolo) e papelão (tipo papel paraná ou, alternativamente, de caixa)

Inscrições: https://forms.office.com/r/dGQ8WpTdur

 

Meu álbum de isogravura
Ministrante: Saulo Moreno Rocha
Modalidade/Plataforma: Oficina/Presencial
Data: 20/07/2022
Horário: 14 às 16 horas
Número de vagas: 15
Carga horária: 2 horas
Público-alvo: Crianças a partir de 3 anos

Ementa: Nesta oficina, a partir da história e forma dos álbuns de xilogravura, a proposta é que as crianças utilizem a técnica da isogravura na produção de uma narrativa visual, gravada em várias folhas que depois serão guardadas em um álbum de papel. A atividade estará centrada na valorização da gravura, tão presente no acervo do Mauc, bem como no estímulo à criatividade, à imaginação e à conexão com a arte por meio da produção de gravuras feitas a partir de uma matriz de isopor.

Sobre o ministrante: Saulo Moreno Rocha – Museólogo e coordenador do Núcleo Educativo do Museu de Arte da UFC (Mauc). Bacharel em Museologia pela UFSC e Mestre em Museologia e Patrimônio pela UNIRIO/MAST.

Materiais necessários (de responsabilidade do participante): bandejas de isopor, das que são utilizadas para acondicionar alimentos.

Inscrições: https://forms.office.com/r/NwGJJv9JPL 

 

O Significado nas Obras de Arte
Ministrante: Levi dos Santos Porto
Modalidade/Plataforma: Oficina/Presencial
Data: 21 e 22/07/2022
Horário: 14 às 17 horas
Número de vagas: 40
Carga horária: 6 horas

Público-alvo: Jovens adultos e adultos. Estudantes de arte ou teoria da imagem, artistas, designers, arquitetos etc. Arte-educadores, curadores e professores.

Ementa: Como podemos compreender uma obra de arte? Quais recursos podemos utilizar para entender a arte dentre seus múltiplos formatos e linguagens? A arte de fato pede que nós a interpretemos? Discutiremos sobre mediação, arte-educação e teoria da imagem, refletindo acerca da possibilidade da “leitura” da obra de arte e/ou sua capacidade de nos “afetar” ou “atravessar”. Seremos guiados pelas teorias de E.H. Gombrich, Anne Cauquelin, Susan Sontag, Ana Mae Barbosa, dentre outros.

Sobre a(o) ministrante: Levi S. Porto é graduado pela UFC em Cinema e Audiovisual. Pesquisador em artes e escritor, é autor dos livros Chinchila (IPDH, 2019), Histórias pra Gente Entocada (2020) e Ninho de Pássaro (2021). Publica zines e ebooks e dá oficinas sobre Teorias da Arte e Literatura.

Inscrições: https://forms.office.com/r/agNm7GVmxh

 

Como ler e entender uma obra de Arte?
Ministrante: Levi dos Santos Porto
Modalidade/Plataforma: Oficina/Online – Google Meet
Data: 25/07/2022
Horário: 18 às 21 horas
Número de vagas: 50
Carga horária: 3 horas

Público-alvo: Adolescentes, jovens adultos, adultos. Público interessado em artes, arte-educação, teoria da arte ou teoria da imagem. Público “leigo” interessado em museus, museologia, arte contemporânea e história da arte.

Ementa: Pode a arte ser lida como se fosse um texto? Como decifrar uma obra contemporânea, como falar a língua das Artes? Conversaremos sobre alfabetismo visual, interpretação e arte-educação, ajudados por teóricas como Anne Cauquelin, Susan Sontag e Fayga Ostrower.

Sobre a(o) ministrante: Levi S. Porto é graduado pela UFC em Cinema e Audiovisual. Pesquisador em artes e escritor, é autor dos livros Chinchila (IPDH, 2019), Histórias pra Gente Entocada (2020) e Ninho de Pássaro (2021). Publica zines e ebooks e dá oficinas sobre Teorias da Arte e Literatura.

Inscrições: https://forms.office.com/r/bNpVTFVgT7

 

Edição de vídeo – CapCut 
Ministrante: Ricardo Vieira
Modalidade/Plataforma: Oficina/Presencial
Data: 25/07/2022
Horário: 09 às 12 horas
Número de vagas: 20
Carga horária: 3 horas
Público-alvo: Livre

Ementa: Aprenda a fazer edição de vídeos simples usando o celular, através da ferramenta gratuita do CapCut.

Sobre a(o) ministrante: Ricardo Vieira é estudante de Design-Moda na UFC. Educador voluntário do Núcleo Educativo do Museu de Arte da UFC, vinculado ao Laboratório de Práticas Experimentais em Arte e Educação Museal do Mauc (LAPEArte).

Inscrições: https://forms.office.com/r/bc33thdB3Q 

 

Oficina de interpretação e releitura de Bandeira
Ministrante: Diego Costa
Modalidade: Oficina/Presencial
Data: 26/07/2022
Horário: 9 às 12 horas
Número de vagas: 15
Carga horária: 3 horas
Público-alvo: Livre

Ementa: A partir da apresentação das obras do artista, os participantes irão interpretar obras, filtrando seus sentidos através de discussões coletivas, para então reproduzir do universo imaginário as informações absorvidas a partir desta interpretação em forma de desenho.

Sobre a(o) ministrante: Aluno de Design-Moda pela Universidade Federal do Ceará, bolsista no Mauc pelo LAPEArte, atuante no Núcleo Educativo.

Inscrições: https://forms.office.com/r/QZkyApYByt

 

Nosso museu em desenho
Ministrante: Natasha Sonali e Melzier
Modalidade: Intervenção artística – Oficina/Presencial
Data: 27/07/2022
Horário: 14 às 17 horas
Número de vagas: 15
Carga horária: 3 horas
Faixa etária: Livre

Ementa: Já pensou como seria uma visita ao museu com propósito de desenhar? Essa ação traz essa proposta aos participantes. Desenhar no Mauc, um lugar cheio de inspirações para desenvolver a criatividade, trazendo lindas obras à tona. Nesta ação iniciaremos com aquecimento e noções de desenho de observação, mediação pelo Mauc e então desenharemos pelo museu pegando referências e inspirações na exposição “Sempre fomos modernos”.

Sobre a(o) ministrante:

Natasha Sonali – Graduanda em Design-Moda pela UFC. Educadora do Núcleo Educativo do Museu de Arte da UFC e colaboradora voluntária do Laboratório de Práticas Experimentais em Arte e Educação Museal (LAPEArte/Mauc). Melzier – Estudante de Design do 5º período na UFC, pintora de tinta óleo e integrante do Núcleo Educativo do Mauc, atuando como bolsista no Laboratório de Práticas Experimentais em Arte e Educação Museal (LAPEArte/PPCA/SECULT UFC) e colaboradora no Programa de Extensão Desenhando no Museu (ICA/Mauc/PREX), ofertando oficinas para o público.

Materiais (de responsabilidade do participante): Essenciais: Prancheta, papel, lápis e borracha. Opcionais: Lápis de cor, giz, aquarela, guache, etc.

Inscrições: https://forms.office.com/r/f328H7iCDa

 

Reimaginando – Bandeira e Martins (colagens em alusão ao centenário de Antonio Bandeira e Aldemir Martins)
Ministrante: Raíssa Freitas
Modalidade: Oficina/Online – Google Meet
Data: 27/07/2022
Horário: 15 às 17 horas
Número de vagas: 10
Carga horária: 2 horas
Faixa etária: a partir de 15 anos

Ementa: Proposta de oficina online de colagem utilizando a técnica digital por meio do aplicativo Canva, em que a partir da fluidez criativa, e inspirados nas obras “Cidade queimada de sol”, “Amazonas guerreando” de Antonio Bandeira e “Gato”, “Cangaceiro” e “Rendeira” de Aldemir Martins, os participantes irão reimaginar estas obras já reconhecidas dos artistas cearenses em alusão aos seus centenários.

Sobre a(o) ministrante: Historiadora, formada pela Universidade Federal do Ceará, atualmente atuando na rede pública municipal de ensino; membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Patrimônio e Memória (GEPPM) da UFC e da Rede de Educadores de Museus Ceará ( REM CE), arte-educadora, tendo tido como espaço de experiência em mediação e um verdadeiro lar repleto de trocas e afetividade, o Museu de Arte da UFC (MAUC), que foi minha casa-instituição entre os anos de 2019 e 2020, despertando um sentimento já latente de experimentar e fluir sensações por meio das colagens digitais.

Inscrições: https://forms.office.com/r/qAKDa8TpWW

 

Quando as plantas pintam nas Artes: uma oficina de tintas vegetais
Ministrante: Vicente de Paulo Lima Gonçalves
Modalidade: Oficina/Online – Google Meet
Data: 28/07/2022
Horário: 9 às 11 horas
Número de vagas: 50
Carga horária: 2 horas
Faixa etária: Adolescentes e adultos

Ementa: Na oficina viajaremos juntos por cores vegetais na arte, na botânica, na história e nas sociedades. Nossa viagem será dividida em cinco estações de cores: amarela, vermelha, azul, roxa e verde, nas quais conheceremos plantas, pigmentos e obras, bem como aprenderemos juntos a produzir tintas naturais.

Sobre a(o) ministrante: Sou bacharel em Ciências Biológicas com habilitação em Biotecnologia pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ), licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)/Consórcio CEDERJ e atualmente pós-graduando em Educação Básica, com ênfase no Ensino de Biologia pela Faculdade de Formação de Professores da UERJ. Profissionalmente, atuo no ensino de Ciências na rede privada e como professor de Biologia em pré-vestibular social. Desde 2019, venho executando minha pesquisa sobre ensino de botânica, de arte e sobre tintas naturais, com ênfase em tintas vegetais. Do ano seguinte em diante, venho divulgando a arte e a botânica em minicursos, oficinas e aulas remotas. Nestas vivências, exploro as relações historicamente construídas entre arte e botânica para um ensino interdisciplinar e contextualizado.

Materiais (de responsabilidade dos participantes): Açafrão em pó (cúrcuma); colorau (urucum); chá de hibisco (desidratado); 3 potes pequenos com tampa; 3 copos de plástico ou vidro; 1 colher grande; colher pequena; cola branca, álcool 70; papel ofício, papel para limpeza e pincel.

Inscrições: https://forms.office.com/r/1aLVf70TUf

 

Nossa universidade em desenho
Ministrante: Natasha Sonali e Melzier
Modalidade: Intervenção artística – Oficina/Presencial
Data: 29/07/2022
Horário: 14 às 17 horas
Número de vagas: 15
Carga horária: 3 horas
Faixa etária: Livre

Ementa: Nessa ação pretende-se trazer ao público uma nova perspectiva sobre cenário urbano trazendo uma visão mais artística, especialmente sobre o ambiente da universidade. Nesta ação iniciaremos com aquecimento e noções de desenho de observação e em seguida desenharemos pelos jardins da reitoria e pelo centro de humanidades 1 pegando referências e inspirações.

Sobre a(o) ministrante:

Natasha Sonali – Graduanda em Design-Moda pela UFC. Educadora do Núcleo Educativo do Museu de Arte da UFC e colaboradora voluntária do Laboratório de Práticas Experimentais em Arte e Educação Museal (LAPEArte/Mauc). Melzier – Estudante de Design do 5º período na UFC, pintora de tinta óleo e integrante do Núcleo Educativo do Mauc, atuando como bolsista no Laboratório de Práticas Experimentais em Arte e Educação Museal (LAPEArte/PPCA/SECULT UFC) e colaboradora no Programa de Extensão Desenhando no Museu (ICA/Mauc/PREX), ofertando oficinas para o público.

Materiais (de responsabilidade do participante): Essenciais: Prancheta, papel, lápis e borracha. Opcionais: Lápis de cor, giz, aquarela, guache, etc.

Inscrições: https://forms.office.com/r/04wJ7HakGX

 

Desenho a nanquim
Ministrante: Sebastião Araripe dos Santos Júnior
Modalidade: Oficina/Presencial
Data: 04/08/2022
Horário: 14 às 16 horas
Número de vagas: 10
Carga horária: 2 horas
Público-alvo: adolescentes e adultos

Ementa: A ação consiste em expor o lado cultural, oculto de cada um, o ser artista que todos temos e só não o desenvolvemos. Resgatar o eu cultural, pois todos temos dons, sejam: da Palavra, Matemática, Humanas, Ciências Artes. Desenvolver técnicas de sombreados através de pontilhados, linhas, perspectivas traçadas ou pontilhadas. Atenção ao desenvolvimento, concentração total como técnica de terapia.

Sobre a(o) ministrante:

Sebastião Araripe dos Santos Júnior – Ensino médio completo, multiartista: Curso da Artes, Desenhista grafite; Desenhista Nanquim; Óleo sobre Tela; Esculturas em gesso. Exposição coletiva Centro de Convenções; Exposição SEBRAE; Fórum das Artes – BNB.

Materiais (de responsabilidade do participante): Folhas Ofício 60 kg branca, canetas Nanquim n° 1 e 2, réguas, borracha.

Inscrições: https://forms.office.com/r/6pHuMEPrcM

 

Oficina de Escrita: Respire Uma Poesia
Ministrante: Caroline Bento Diniz
Modalidade: Oficina/Presencial
Data: 05/08/2022
Horário: 14 às 17 horas
Número de vagas: 20
Carga horária: 3 horas

Público-alvo: Escritores e leitores de poesia. Jovens e adultos (acima de 18 anos).

Ementa: É uma proposta artística voltada para quem gosta de escrever e ler poesia nos detalhes da vida cotidiana. Com indicações de leitura e exercícios de produção poética, iremos refletir sobre as múltiplas formas de poesia contemporânea (sonora, visual e escrita) à luz de autores brasileiros marginais, como Paulo Bruscky, Chacal, Alice Ruiz e Paulo Leminski. Sobre a(o) ministrante: Escritora e autora de Madalena. Já publicou seus textos em antologias e periódicos literários – Revista Arcádia (UNICAMP) e Revista Kametsa (Peru) – bem como em zines auto publicados. Graduanda em Jornalismo (Estácio). Acredita no poder feminino e é apaixonada por conhecer e contar histórias.

Materiais necessários (de responsabilidade do participante): Caderno ou caderneta e caneta ou lápis.

Inscrições: https://forms.office.com/r/LkDEUuTEcd

 

Autoexpressão em máscaras: conversas sobre sensibilidade
Ministrante: Hermínia Freitas
Convidada: Mônica Almeida
Modalidade: Oficina/Presencial
Data: 05/08/2022
Horário: 10 às 12 horas
Número de vagas: 15
Carga horária: 2 horas
Faixa etária: Jovens, adultos e idosos

Ementa: A oficina objetiva incentivar discussões positivas sobre sensibilidade e expressão através da arte, e se dividirá em três momentos. No primeiro momento, haverá uma exposição de conteúdo sobre arte e autoconhecimento. No segundo momento, utilizando-se de seu autoconhecimento, criatividade e sensibilidade, cada participante irá escolher uma máscara base e nela expressar sua identidade, ou seja, produzir com pintura ou colagem na máscara uma imagem que lhe represente. No terceiro momento, com a finalização das máscaras, haverá uma exposição sobre a sensibilidade e como ela impacta a percepção das pessoas, de acordo com seu grau. O objetivo da conversa é viabilizar discussões sobre o tema de forma que as pessoas tomem consciência de seu ser sensível.

Sobre a(o) ministrante:

Maria Hermínia Freitas Escouboué – CRP 11ª/00558 – Formada em Bacharelado e Licenciatura em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e Especialista em Psicologia Organizacional pelo Conselho Regional de Psicologia (CRP-11). Respalda o trabalho nos conhecimentos da Gestalt-terapia, psicologia positiva, transpessoal, inteligência emocional, cura da criança interior e teorias administrativas. Dentre outros recursos, utiliza a arte para auxiliar os processos terapêuticos. No momento, tem aprofundado os estudos sobre pessoas altamente sensíveis (PAS).

Sobre a convidada: Monica Almeida – Arquiteta (UFC), profissional liberal nas áreas de arquitetura residencial, comercial e de interiores. Artes Visuais (Unifor), artista plástica, Facilitadora do Programa Pathwork de Transformação Pessoal (Fortaleza-CE), Formação em Arte Identidade no Centro de desenvolvimento Humano (Fortaleza-CE).

Inscrições: https://forms.office.com/r/AvTHJEghCD

 

Desenho do real 
Ministrante: Torres
Modalidade: Oficina/Presencial 
Data: 08/08/2022
Horário: 9 às 11 horas
Número de vagas: 20
Carga horária: 2 horas
Público-alvo: desenhistas com conhecimento de luz e sombra. 

Ementa: É sobre usar o mundo e o seu redor como inspiração e matéria prima. Aprender a reproduzir algo que você está vendo, dá forma mais fiel possível, usando composições dispostas em sala. 

Sobre o ministrante: Estudante de Design Gráfico e Produto na UFC, do 5° período. Desenhista autodidata com experiência em multitécnicas e áreas da arte, tendo especialidade em aquarela botânica, ilustração vetorial e arte urbana. Atua como bolsista PREX do Programa de Extensão Desenhando no Museu – ICA/Mauc. 

Materiais (de responsabilidade do participante): lápis 6B, borracha, papel e limpa tipos (esse é opcional).

Esta atividade é uma realização do Programa de Extensão Desenhando no Museu, desenvolvido em parceria pelo curso de Design-Moda do Instituto de Cultura e Arte (ICA/UFC) e o Mauc. 

Inscrições: https://forms.office.com/r/YMjhTaJE3f 

 

Luz e Sombra: dando forma ao objeto
Ministrante: Symon
Modalidade: Oficina/Presencial
Data: 09/08/2022
Horário: 9 às 11 horas
Número de vagas: 20
Carga horária: 3 horas
Faixa etária: a partir de 16 anos
Público-alvo: desenhistas do nível médio para baixo

Ementa:  Luzes e sombras são nuances de iluminação que dão profundidade e realidade ao desenho permitindo ao espectador um melhor entendimento sobre o objeto desenhado. Compreender e dominar luz e sombra é importante para o desenvolvimento e o avanço na qualidade técnica do desenho.

Sobre o ministrante: Estudante de Licenciatura em História pela Universidade Federal do Ceará UFC, desenhista e bolsista no Programa de Extensão Desenhando no Museu.

Materiais necessários (de responsabilidade do participante): Lápis (de preferência HB, 2b, 4b, 6b e 8b); Papel; Estilete/ apontador; Borracha/ Limpa tipo.

Esta atividade é uma realização do Programa de Extensão Desenhando no Museu, desenvolvido em parceria pelo curso de Design-Moda do Instituto de Cultura e Arte (ICA/UFC) e o Mauc.

Inscrições: https://forms.office.com/r/PinZ8BKyVY 

 

Oficina de Hachuras com caneta técnica
Ministrante: Diego Costa
Modalidade: Oficina/Presencial
Data: 10/08/2022
Horário: 9 às 12 horas
Número de vagas: 15
Carga horária: 3 horas
Público-alvo: adolescentes e adultos

Ementa: A oficina consiste na apresentação de técnicas de hachuras básicas para construção de luz e sombras em desenho artístico. Na primeira parte os participantes conhecerão hachuras com linhas, linhas cruzadas e pontilhismo, junto à uma metodologia básica para iniciantes na prática. Na segunda parte da oficina, será proposto a prática de desenho de observação de um objeto simples, onde os participantes poderão colocar em prática conhecimentos prévios e adquiridos durante a primeira parte, utilizando a técnica que mais lhe interessar.

Sobre o ministrante: Aluno de Design-Moda pela Universidade Federal do Ceará, bolsista no Mauc pelo LAPEArte, atuante no Núcleo Educativo. Colaborador do Programa de Extensão Desenhando no Museu.

Materiais (de responsabilidade do participante): Canetas técnicas (para o estudo, recomenda-se graduação 0.05mm ou 0.1mm); Papel canson A4 (90g ou mais); Lápis hb ou 2b; Borracha macia; Papel Kraft A4 (opcional); Prancheta ou caderno para apoiar a folha durante a prática.

Inscrições: https://forms.office.com/r/v3UjR2Zn93 

 

Soltando as mãos para desenhar mãos 
Ministrante: Symon
Modalidade: Oficina/Presencial
Data: 11/08/2022
Horário: 9 às 11 horas
Número de vagas: 20
Carga horária: 3 horas
Faixa etária: a partir de 16 anos
Público-alvo: desenhistas com nível médio à avançado em figura humana

Ementa: Um relato comum de quem desenha figura humana é a complexidade de desenhar as mãos, alguns desenhistas até preferem escondê-las com tecidos ou nos bolsos da calça. A oficina tem como propósito provocar o artista a tirar essas mãos do bolso apresentando conceitos e técnicas do desenho e uso das mãos no intuito de desenvolver essa capacidade no desenho.

Sobre o ministrante: Estudante de Licenciatura em História pela Universidade Federal do Ceará UFC, desenhista e bolsista no Programa de Extensão Desenhando no Museu.

Materiais necessários (de responsabilidade do participante): Lápis (de preferência 2b e 6b); Papel; Estilete/ apontador; Borracha/ limpa tipo.

Esta atividade é uma realização do Programa de Extensão Desenhando no Museu, desenvolvido em parceria pelo curso de Design-Moda do Instituto de Cultura e Arte (ICA/UFC) e o Mauc.

Inscrições: https://forms.office.com/r/3ZJmn6tdcD 

 

Puros contornos
Ministrante: Torres
Modalidade: Oficina/Presencial
Data: 12/08/2022
Horário: 9 às 11 horas
Número de vagas: 20
Carga horária: 2 horas
Público-alvo: desenhistas com nível iniciante à avançado

Ementa: É sobre treinar o seu olhar e usá-lo, desenvolver sua capacidade de verdadeiramente ver o objeto e não apenas a ideia que você tem de como ele deveria ser e aplicar no desenho.

Sobre a ministrante: Estudante de Design Gráfico e Produto na UFC, do 5° período. Desenhista autodidata com experiência em multitécnicas e áreas da arte, tendo especialidade em aquarela botânica, ilustração vetorial e arte urbana. Atua como bolsista PREX do Programa de Extensão Desenhando no Museu – ICA/Mauc.

Materiais (de responsabilidade do participante):papel, lápis e borracha.

Esta atividade é uma realização do Programa de Extensão Desenhando no Museu, desenvolvido em parceria pelo curso de Design-Moda do Instituto de Cultura e Arte (ICA/UFC) e o Mauc.

Inscrições: https://forms.office.com/r/iPBqpLngbt 

 

MINICURSO

História e Prática da Fotografia Popular
Ministrante: Tiago Pedro
Modalidade/Plataforma: Minicurso/Presencial
Data: 19/07/2022
Horário: 14 às 17 horas
Número de vagas: 15
Carga horária: 3 horas
Público-alvo: Geral – a partir de 15 anos

Ementa: No minicurso História e Prática da Fotografia Popular os alunos terão a oportunidade de conhecer um pouco do que se chama de fotografia do povo aqui no nosso Ceara. Entendendo a história desse universo e fazendo na prática uma foto em câmera lambe-lambe.

Sobre a(o) ministrante: Realizador formado pela premiada EICTV – Escola Internacional de Cine y TV – CUBA. Onde teve classes com diretores renomados como Abbas Kerostami, Ford Copolla, Naomi Kawase, Herzog, Cao Guimaraes dentre outros. Experimentando e investigando processos de ensaio fílmico com uso de aparatos analógicos (Super 8,16mm,35mm) tem dado classes e workshop de documentário que utilizam esses métodos como forma de expressão e tradução de mundo e do EU. Ganhador de diversos fundos entre eles o nacional Rumos Itaú (2013 – O centro invisível, ensaio sobre Fortaleza) começou sua carreira em 2008 com um curta documentário para TV Brasil. Em 2020, sua Tesis de documentário, A Primeira Foto, estreou no Festival É Tudo Verdade, ganhando o prêmio de aquisição do Canal Brasil.

Inscrições: https://forms.office.com/r/Mi2M6jHWRa

 

CURSOS

Ateliê de Fanfics [atividade cancelada]
Ministrante: Douglas Alves dos Santos
Convidado: Daniel Rocha Diniz (Niel)
Modalidade: Curso/Presencial
Data: 25 e 26/07/2022
Horário: 14 às 17 horas
Número de vagas: 15
Carga horária: 6 horas
Faixa etária: A partir de 14 anos
Público-alvo: Adolescentes e Jovens-Adultos, Estudantes, Cringes e Geração Z

Ementa: Atêlie de Fanfics é um minicurso de Elaboração de Roteiros e Fanfics. Juntos compartilharemos experiências e referências de literatura enquanto arrematamos as estruturas textuais para explorar a (Auto)Ficção e (Auto)Narrativa para Contação de Histórias Originais e Fanfics. Nesse minicurso, a ideia é apresentar caminhos para produção textual e roteirização de histórias para romances, fanfics e sessões de RPG. Discutiremos a estrutura narrativa e criação de cenários e personagens a partir das teorias de Jung analisando as Personalidades Arquetípicas do MBTI e do Tarot. Criaremos novos cenários e desenvolveremos narrativas a partir de contos interativos unindo técnicas de D&D por meio de RolePlay enquanto refletimos sobre “A transformação de si a partir da narração de histórias de vida”; artigo de Josso.

Sobre a(o) ministrante: Nascido em Diadema, na região do Grande ABC Paulista. Cheguei em Fortaleza em 2017. Graduando em Design-Moda pela Universidade Federal do Ceará (UFC), onde pude explorar uma outra gama de referências e vivencias artísticas. Dentro da UFC, pude participar do Programa de Aprendizagem Cooperativa em Células Estudantis (PACCE) facilitando uma célula de Desenho da Figura Humana. Atuei também na produção artística como bolsista da SecultArte UFC. Pelo programa Bolsa Arte Moda pude ministrar minicursos e oficinas em Fortaleza e no Interior com técnicas manuais como Aquarela e Bordado. Atualmente membro do grupo de pesquisa NaÏf – Núcleo de Estudos em Arte, Inovação, Moda E Design: Colonização e o ensino do Design no Brasil”, UFC. Pela Rede CUCA fiz um curso de Direção de Fotografia e de Produção para AudioVisual. Como escritor, publiquei o conto “A Dança Libertadora de Oxum” na Antologia: Conto dos Orixás pela Cartola Editora em 2020; dois artigos para a zine internacional Decolonialidade e Moda no Brasil da Research Collective for Decoloniality & Fashion em 2021, onde também ilustrei a capa.

Sobre o convidado: Daniel Rocha Diniz (Niel) – Sou natural de Fortaleza, Ceará. Graduando no Curso de Licenciatura em Artes Visuais pelo Instituto Federal do Ceará (IFCE). Habilitado no curso The Power of Podcasting for StoryTelling by University of Wollongong, UOW, Austrália. Integrante do grupo de Pesquisa Meio Fio de Pesquisa e Ação, IFCE | CNPq. E discente da Casa de Cultura Alemã pela UFC. Sou artista-etc, com ênfase nas linguagens da performance, da fotografia e do audiovisual. Atualmente, professor temporário na Escola de Ensino Médio de Tempo Integral Visconde do Rio Branco, ainda no contexto educacional e das narrativas ficcionais, já ministrei uma oficina para o Gera na Escola de Escrita Criativa.

Materiais (de responsabilidade do participante): Cadernos de Rascunho, Lápis/Caneta

 

Cadê o passarinho que estava aqui? [atividade cancelada]
Ministrante: Larissa Batalha Santos da Silva
Modalidade: Curso/Presencial
Data: 01 a 03/08/2022
Horário: 13 às 17 horas
Número de vagas: 15
Carga horária: 12 horas
Público-alvo: Jovens e adultos

Ementa: A pergunta mote “Cadê o passarinho que estava aqui?” visa instigar pessoas interessadas na promoção do diálogo entre ciências, artes e conhecimentos tradicionais florescendo por caminhos que debatam memória afetiva, história oral, sensibilização ambiental e processo criativo. A promoção de uma relação positiva entre pessoas e meio ambiente se constrói pela produção de memórias ricas em afetos alegres, neste caminho se pode estabelecer cultivo de ações coletivas para existências que visem ser ecoéticas.

Sobre a(o) ministrante:

Artista/bióloga e produtora cultural. Formada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Ceará. Nascida em Manaus (Amazonas), residente em Fortaleza (Ceará). Pesquisa o traduzir de: memórias, conversas e partilhas; em convergência com apropriações científicas em diversas linguagens. Trabalha como produtora e idealizadora do Ateliê Migratório. Participou das Exposições Coletivas: Porto Marine de Imagens – 3º Salão de Arte do Porto (Porto Iracema das Artes, 2018); Comfigura (Porto Iracema das Artes, 2018), Gesto Tempo (Porto Iracema das Artes, 2019), Linhas da Cidade (Festival Borda, 2019), O corpo é o centro da tempestade (2021) e Galeria Aberta: Estratégias de Sobrevivência (2021). Participação como artista selecionada: II Semana de Arte Urbana do Benfica (2019), Projeto “Deusas dos Muros” (2019) e Mostra Arrabalde (2020). Participação com o Ponto Coletivo: Festival Concreto #7 – Festival Internacional de Arte Urbana (2020) e Cumbucor de Verão (2021).

 

História da Performance no Brasil
Ministrante: Victor Cavalcante
Modalidade: Curso/Presencial
Data: 8 a 12/08/2022
Horário: 13 às 17 horas
Número de vagas: 15
Carga horária: 20 horas
Público-alvo: Artistas, estudantes de arte, estudantes universitários e interessados em arte e na linguagem da performance | 15 a 29 anos.

Ementa: O curso pretende abordar a história da performance no Brasil apresentando, de forma teórica e prática: a sua origem e conceito, e artistas de referência no Brasil e no Ceará. O curso finaliza com uma proposição performática construída em conjunto pelos participantes.

Sobre a(o) ministrante: Victor Cavalcante é artista, produtor e faz-tudo. Nascido no Piauí e morando no Ceará a quase metade da vida, sempre perto do rio ou perto do mar. Estudante do curso de Licenciatura em Artes Visuais do IFCE e com diversas formações paralelas em artes. Idealizador e produtor do Ateliê Migratório, no qual também produziu e fez curadoria do projeto Galeria Aberta: Estratégias de Sobrevivência. Integrante do Ponto Coletivo. Participou da organização da I Semana de Direitos Humanos – Dandara dos Santos. Participou do Laboratório de Artes Visuais do Porto Iracema das Artes em 2019, do Laboratório Reticências de Criação em 2021 e da Residência Interlúdio em 2022. Integrou a produção e curadoria das exposições “A Cara Negra e Indígena do IFCE – 2019” e “A Cara Negra e Indígena do IFCE – 2020”, e a curadoria da “III Semana de arte Urbana do Benfica – SAUB” (2021). Participou da “II Semana de Arte Urbana do Benfica – SAUB” (2019), da exposição do “XXIII ENEARTE – Parahyba” (2019 – João Pessoa/PB), do “I Festival Cultura Dendicasa: Arte de Casa para o Mundo” (2020 – SECULT/CE), da exposição “Galeria Escotilha” (2020 – Porto iracema das Artes), do “Festival Concreto #7 – Festival Internacional de Arte Urbana” (2020), do “Cumbucor de Verão” (2021 – Cumbuco/CE), do “Maré Foto Festival” (2021), da exposição Entre Lobo e Cão (2021), da “MOSTRA[2055]UFRB” (2021), do 72º Salão de Abril (2021), da exposição Um Lugar Espelhado na Arte da Galeria BenficArte (2021), da Mostra Cearense de Fotografia Universitária do 20° Festival NOIA (2021), da II Mostra Virtual Internacional da XXX CONFAEB (2021) e foi selecionado para “III Exposição de Arte Alternativa Piauiense” (Teresina/PI). Gosta de desmontar coisas, trabalha com performance, pintura, desenho, arte urbana, fotografia, audiovisual e o que mais aparecer. Pesquisa afetos e afetações. Entende a coletividade e as relações interpessoais como potencializadores do processo criativo. Além de expressar seu descontentamento político e críticas às instituições de poder.

Inscrições: https://forms.office.com/r/1wNCNN1ydj

 

PALESTRAS/LIVES
Empatia e fluxo da consciência fenomenológica
Convidados: Prof.ª Dr.ª Ursula Anne Mathias; Prof.ª Dr.ª Araguacy Filgueiras; Prof.ª Me. Lia Mamede
Mediação: Claudio Silva
Modalidade/Plataforma: Live – Palestra/Canal do Mauc no YouTube
Data: 14/07/2022
Horário: 15 às 17 horas
Número de vagas: Livre
Carga horária: 2 horas
Público-alvo: Adolescentes e comunidade acadêmica.

Ementa: Na live serão abordados temas relacionados à pessoa humana com ou sem deficiência no que tange a constituição das pessoas e da estrutura humana, como empatia, moda inclusiva e arquitetura e problemas de acessibilidade a vida e a superação dos preconceitos.

Sobre as convidadas:

Prof.ª Dr.ª Úrsula Anne Mathias – É professora Associada do Curso de Filosofia – Instituto de Cultura e Arte (ICA), na Universidade Federal do Ceará – UFC. Possui doutorado em Filosofia pela Pontifícia Universidade da Santa Cruz – (Roma), Mestrado em Filosofia pela mesma Universidade, Bacharelado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Salesiana (Roma), bacharelado em Teologia pela Faculdade Católica de Fortaleza. Estudiosa e tradutora de obras de Edith Stein para o português. Coordenadora do Grupo de Estudo em Filosofia Fenomenológica Edith Stein (Geffes).

Prof.ª Dr.ª Araguacy Felgueiras – Doutora em Engenharia Têxtil pela Universidade do Minho-PT, Mestre em Economia Rural, Especialista em Engenharia Têxtil e Graduada em Economia Doméstica pela Universidade Federal do Ceará. Professora Associada do Curso de Design-Moda do Instituto de Cultura e Arte (ICA) da Universidade Federal do Ceará, Coordenadora de Programas Acadêmicos e Vice-diretora do ICA. Membro do Comitê para elaboração do Roteiro Estratégico Setorial de Produtos de Consumo 2015-2025: Calçados, Vestuário, Móveis. Experiência na área de Educação com ênfase em design, moda, artesanato e vestuário. Coordenadora de Projetos de Extensão Universitária. Cofundadora do Movimento Moda Inclusiva do Ceará.

Prof.ª Lia Mamede – Graduada em arquitetura e urbanismo pela Universidade de Fortaleza (2005). Mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2011). Atualmente é professora na Universidade de Fortaleza nos cursos de Arquitetura e Urbanismo, e Engenharia Civil. Pesquisadora e tutora no Núcleo de Ensino Pesquisa e Extensão-NEPE da Unifor. Pesquisa e projeto nos seguintes temas: acessibilidade, psicologia ambiental, desenho universal, projeto arquitetônico, acessibilidade em assentamentos informais, NBR 9050 e projeto e planejamento de equipamentos públicos. Escritora. Supervisora de Extensão Curricularizada do CCT UNIFOR.

Sobre o mediador: Claudio Silva nasceu no dia 13 de maio de 1968. Ele iniciou sua vida artística e cultural nos cursos livres do Museu de Arte da UFC-MAUC nos meados dos anos 80s participando de diversos cursos de Arte na Escola Técnica Federal do Ceará – (IFCE), como: desenho, pintura, escultura, flauta doce soprano, flauta doce contralto e violão clássico. Desde cedo despertou o pensar, em especial, com a perca da sua amada mãe. Na sua juventude, foi bastante pragmático e niilista, o qual, espelhava-se no filósofo alemão Friedrich Nietzsche.

Link de Acesso: YouTube do Mauc – em breve

 

Compartilhando experiências de ingresso no campo da Museologia
Convidada: Maria Victoria Soares Pereira
Modalidade/Plataforma: Palestra/Presencial
Data: 20/07/2022
Horário: 19 às 20:30 horas
Número de vagas: 30
Carga horária: 1h30
Público-alvo: Profissionais e interessadas(os) na Museologia e na profissionalização dos museus

Ementa: Nesta palestra, a historiadora Maria Victória irá compartilhar com o público presente a sua experiência de ingresso no campo da Museologia, apresentando perspectivas para a profissionalização, especialmente por meio de seu percurso pessoal e de sua entrada para o Mestrado Profissional em Artes, Patrimônio e Museologia da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar).

Sobre a convidada: Mestranda em Artes, Patrimônio e Museologia pela Universidade Federal do Piauí (UFPI)/Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar). Possui formação no curso de Licenciatura em História pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Atualmente desenvolve trabalhos na área de Conservação e Restauro de obras de artes para o lançamento da Pinacoteca do Ceará. Atuou como Arte Educadora na 71° e 72° edições do Salão de Abril. Atuou como bolsista do Arquivo Histórico-Institucional do Museu de Arte da UFC (Mauc).

Inscrições: https://forms.office.com/r/PGBeQXm9jV 

 

Tecnologia, corpo e música no espírito da música na perspectiva nietzchiana
Convidados: Prof. David Krebs; Prof. Emanuel Fraga; Prof. Hélio Amauri; Gabriel Offredi
Mediação: Claudio Silva
Modalidade/Plataforma: Live – Palestra/Canal do Mauc no YouTube
Data: 28/07/2022
Horário: 15 às 17 horas
Número de vagas: Livre
Carga horária: 2 horas
Público-alvo: Adolescentes e comunidade acadêmica.

Ementa: Na live serão abordados temas relacionados à pessoa humana com ou sem deficiência no que tange a constituição das pessoas e da estrutura humana, como empatia, moda inclusiva e arquitetura e problemas de acessibilidade a vida e a superação dos preconceitos.

Sobre os convidados:

Dr. Antônio Emanuel Fraga Bernardo – 58 anos, Psicólogo, inquieto, idealista, poeta, um ser em defesa das causas perdidas, meio que sonhando perigosamente (parafraseando o Filósofo Slavoj Žižek), inconformado com o (s) conservadorismo(s), anelando pelo novo (que teima em não vir!). Na psicologia interessa-se especialmente por psicologia social, políticas públicas, direitos humanos, psicologia clínica e pelas interfaces entre a psicologia e a filosofia e a sociologia. Mais do que qualquer coisa, ama os filósofos incompreendidos/revolucionários, que inclusive foram considerados “malditos” em seu tempo, como Nietzsche e Espinosa, além de Heidegger, Hannah Arendt e Agamben. Aprecia fenomenologia, existencialismo, filosofia política, teoria crítica e também a questão do corpo e dos afetos, razão pelo qual seu TCC na Psicologia teve como título “O CORPO EM NIETZSCHE: AFIRMAÇÃO DA EXISTÊNCIA E CONTRIBUIÇÕES PARA A PSICOLOGIA”.

Prof. David Krebs – nasceu no dia 13 de fevereiro 1963 na cidade de Wuppertal na Alemanha. Ele iniciou se desenvolvendo na música já com 4 anos de idade com recebendo aulas de flauta doce vindo de uma família de músicos. Com 6 anos de idade ele começou de estudar piano e com quase 13 bateria e percussão sinfônica. Com 15 anos ele já estava num curso pré-profissionalizante no conservatório de Wuppertal. Durante ainda do tempo do seu colégio com 19 anos de idade ele entrou antecipadamente no curso de percussão sinfônica no conservatório superior de música da cidade de Colônia (Alemanha). Um ano depois ele estava estudando lá de tempo integral para se formar par um músico de orquestra profissional. 5 anos depois ele se decidido de se concentrar mais na disciplina de bateria popular e segue esta profissão até hoje, misturando com trabalhos eruditos.

Gabriel Offredi Xavier – aluno da Engenharia mecânica da Universidade Federal do Ceará – UFC e concluiu o Ensino médio no Colégio Militar de Fortaleza. Durante o período de no CMF foi aluno do Grêmio de Artilharia na universidade desenvolveu interesse pela metrologia onde foi bolsista de iniciação à docência, também participou do projeto de extensão ASHRAE Fortaleza student Branch onde pesquisou sobre condicionamento de ar e refrigeração o que no futuro evolui para uma monitoria na disciplina de transmissão de calor. Atualmente se dedica a carreira profissional de comprador em uma empresa de logística e foi oficializado para montagem do prototípico e automação do Projeto Ciclo Painter: pintando sobre cadeiras de rodas. Atuando como musico e influenciado pelo Metal melódico.

Hélio Amauri Silva – nascido em 20 de dezembro de 1969 de nacionalidade brasileira e natural de Brasília, capital do Distrito Federal. Formação: Terceiro Grau completo. Especialista em Redes de computadores iniciei os estudos da disciplina de processamento de dados 1989, no curso recém chegado à Fortaleza Sigma informática. Em 1993, fui convidado para estagiar na empresa Inforbyte na Suíça, precisamente, em Zürich e, nessa empresa desenvolvi o conhecimento nas áreas de hardware e softwares, onde tive o privilégio de estudar os mais novos softwares que iriam ainda chegar ao Brasil, as novas linguagens de programação tais como Visual Basic, editores gráficos Corel Draw, entre outros. E, retornando ao Brasil com um universo grandioso de conhecimento inéditos da mente humana e artificial. O meu retorno coincidiu com o bum da informática no uso empresarial e residencial, e logo fui contratado para gerenciar o setor técnico do maior magazine do gênero que é ainda hoje a maior empresa do estado do Ceará, (ibyte computadores) após 10 anos aproximadamente de serviço prestado, criei minha própria empresa para do suporte empresarial nas redes de computadores. Na contemporaneidade, eu incorporei ao serviço prestado toda a parte de segurança em CFTV, (Sistema de vigilância eletrônica) e controle de acesso qual me especializei para atender a demanda de meus clientes, um serviço que se faz essencial diante do avanço da insegurança, o qual, tenho uma experiência de 26 anos nessa atividade. Paralelamente a essa profissão desenvolvi também uma segunda atividade a qual foi de grande importância para a minha manutenção física e psicológica, nos últimos 30 anos dediquei as horas de descanso na pratica do karate e jiu-ji-tsu, e , também, sou treinador de lutadores profissionais, como também fui instrutor de defesa pessoal da Polícia Militar do Ceará e da Guarda Municipal, além de ter invertido a ordem cronológica das etapas dos estudos , concluí recentemente o curso de Redes de computadores na instituição de ensino FIC .

Sobre o mediador: Claudio Silva nasceu no dia 13 de maio de 1968. Ele iniciou sua vida artística e cultural nos cursos livres do Museu de Arte da UFC-MAUC nos meados dos anos 80s participando de diversos cursos de Arte na Escola Técnica Federal do Ceará – (IFCE), como: desenho, pintura, escultura, flauta doce soprano, flauta doce contralto e violão clássico. Desde cedo despertou o talento para a arte de pensar, em especial, com a perca da sua amada mãe. Na sua juventude, foi bastante pragmático e niilista, o qual, espelhava-se no filósofo alemão Friedrich Nietzsche.

Link de Acesso: YouTube do Mauc – em breve

 

Sob o pão, o espírito: 130 anos da Padaria Espiritual
Convidado: Prof. Dr. Rodrigo de Albuquerque Marques Mediação: Lucas Rodrigues e Jane Lane Mesquita
Modalidade: Palestra/Online – Google Meet
Data: 22/07/2022
Horário: 16 horas
Número de vagas: 70
Carga horária: 1h30
Público-alvo: Livre

Ementa: A palestra tem como proposta uma apresentação expositiva da história da Padaria Espiritual, sendo o seu foco uma amostragem biobibliográfica dos seus componentes. Polêmicas e fatos históricos se entrelaçam diante do apanhado temporal que compreende os anos de atuação da agremiação (1892-1898); entretanto, não se limitando apenas a esse recorte, a apresentação acompanha os desdobramentos para o século XX e o que traria de resultados na modernidade. A pesquisa bibliográfica apresenta análises críticas e historizações dos acontecimentos da época, seguindo com a proposta de instigar os participantes a conhecerem as personalidades literárias, parte do cânone ou não, e os livros que se tornaram textos significativos da Literatura Cearense.

Sobre o convidado:

Rodrigo de Albuquerque Marques – Doutor em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Ceará (2015). Mestre em Letras pela Universidade Federal do Ceará (2005), Rodrigo Marques é professor efetivo de literatura da Universidade Estadual do Ceará, na unidade FECLESC, em Quixadá, Sertão Central cearense, e do Mestrado Interdisciplinar de História e Letras (MIHL). Tem-se dedicado

ao estudo do Modernismo no Estado do Ceará. Possui quatro livros publicados: Fazendinha (2005), O Livro de Marta (bilhetes de amor quebrado) (2011), ambos premiados pela Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, Antônio Sales (biografia) (2016) e “Literatura Cearense: outra história” (2018), pelas Edições Demócrito Rocha. Sua tese de doutorado, “A Nação vai à Província: do romantismo ao Modernismo no Ceará”, foi premiada como a melhor tese de 2015 na área de Humanas da UFC.

Sobre a(o) mediador(a):

Lucas Rodrigues – Graduando no curso de Biblioteconomia pela Universidade Federal do Ceará e bolsista de iniciação acadêmica vinculado ao projeto “Organizar para disseminar: ações estratégicas para a divulgação do acervo da biblioteca do Museu de Arte da UFC”.

Jane Lane Mesquita – Aluna do 3° semestre do curso de Biblioteconomia pela Universidade Federal do Ceará, atuando como bolsista de iniciação acadêmica vinculada ao projeto “Organizar para disseminar: ações estratégicas para a divulgação do acervo da biblioteca do Museu de Arte da UFC”.

Inscrições: https://forms.office.com/r/uX20AfU455 

 

SESSÕES DE DESENHO

Sessão de Desenho com Modelo Vivo
Mediador: Symon
Modalidade: Sessão de Desenho/Presencial
Data: 30/07/2022
Horário: 9 às 11 horas
Número de vagas: 20
Carga horária: 2h
Faixa etária: a partir de 16 anos
Público-alvo: desenhistas com nível médio à avançado em figura humana.

Ementa: Praticar desenho de observação em conjunto com modelos dispostos em diversas posições, podendo variar gênero e vestimenta dos modelos.

Materiais necessários (de responsabilidade do participante): materiais de desenho da preferência do desenhista.

Esta atividade é uma realização do Programa de Extensão Desenhando no Museu, desenvolvido em parceria pelo curso de Design-Moda do Instituto de Cultura e Arte (ICA/UFC) e o Mauc.

Inscrições: https://forms.office.com/r/dtsfDVb7EB 

 

Sessão de Desenho com Modelo Vivo
Mediador: Symon
Modalidade: Sessão de Desenho/Presencial
Data: 12/08/2022
Horário: 14 às 16 horas
Número de vagas: 20
Carga horária: 2h
Faixa etária: a partir de 16 anos
Público-alvo: desenhistas com nível médio à avançado em figura humana.

Ementa: Praticar desenho de observação em conjunto com modelos dispostos em diversas posições, podendo variar gênero e vestimenta dos modelos.

Materiais necessários (de responsabilidade do participante): materiais de desenho da preferência do desenhista.

Esta atividade é uma realização do Programa de Extensão Desenhando no Museu, desenvolvido em parceria pelo curso de Design-Moda do Instituto de Cultura e Arte (ICA/UFC) e o Mauc.

Inscrições: https://forms.office.com/r/ixaAPQMhCJ 

 

VISITA MEDIADA

Visita mediada à exposição Sempre fomos modernos
Mediador: Wellington Junior (curador da exposição)
Modalidade: Visita/Presencial
Data: 30/07/2022
Horário: 10 às 12 horas
Número de vagas: 40
Carga horária: 2h
Faixa etária: Livre
Público-alvo: Público interessado em conhecer a exposição

Ementa: No último dia de visitas à exposição Sempre fomos modernos, venha visitá-la a partir da mediação de um de seus curadores, o professor e artista Wellington Júnior. Na atividade, o público poderá dialogar com o curador, refletindo sobre o processo de elaboração da exposição e as principais questões apresentadas na mostra.

Não será exigida inscrição prévia

Acessar Ir para o topo